sábado, 15 de novembro de 2008

Blindness

Simplesmente FENOMENAL!

Tão fiel ao livro em cada pormenor, em cada descrição. Os sentimentos tão bem transmitidos por palavras são, aqui, ilustrados por imagens inesquecíveis. Está ao nível do próprio livro que por si só já é qualquer coisa do outro Mundo e, por isso, superou, de todo, as minhas expectativas. Mas (há sempre um mas), tenho um aspecto a apontar: o famoso excerto do cão que lambe as lágrimas da mulher não teve o impacto merecido. Não sei se é de mim que ao ler o livro o imaginei muito mais dramático ou se a opinião é geral.

A mulher dos óculos escuros, tal e qual a imaginei. O velho da venda preta com o seu rádio, tal e qual eu o imaginei. As camaratas, as alas, o desespero, a loucura, o medo, tudo tão bem ilustrado. Uma das imagens que nunca me sairá da cabeça será a dos olhos pretos brilhantes que, irados de dor, se fecharam para sempre.

Mulher, não me esqueço da tua voz!
Eu não me esqueço da tua cara.

Vale a pena ver, sem dúvida alguma.

9 comentários:

The Queen disse...

Adorei a parte do "Mulher, não me esqueço da tua voz!
Eu não me esqueço da tua cara.". Também li o livro e estou um tanto ou quanto curiosa para ver como está a adaptação, se as alas são tal e qual como as imaginei, as personagens... etc... Mas depois de ler o post estou mais entusiasmada! Ainda bem que não foi uma desilusão! beijo*

Vanita disse...

Ainda bem que gostaste!!!!!! Tenho andado tão triste porque a maior parte das pessoas com quem tenho falado não gostou. Eu adorei. E sim, concordo contigo em relação a todas as palavrinhas que dizes. Todas, todas. Sabias que a única cena que o Saramago "criticou" foi mesmo essa do cão? Disse que o tinha imaginado - como tu e eu também teremos - como um cão mais vivido, mais amargurado e também ele um despojo de toda aquela desgraça. De resto, está lá tudo :)

Lua disse...

Estou ansiosa por ver o filme... Li o livro e gostei tanto...
Agora ainda mais curiosa!:)

Beijinho*

Red disse...

também amei! e só aponto realmente a do cão que era uma cena com muito mais impacto no livro e no filme quase acaba por passar despercebida... mas foi um grande filme!

Tiago Ramos disse...

Adorei. Mesmo assim, a cena do cão das lágrimas, apesar de não ter tido o impacto merecido, conseguiu emocionar-me. A cena das mulheres rumo à camarata 3, foi tal e qual como tinha imaginado quando li o livro. O final então foi lindo...

paddy disse...

(Não ler este post até ter visto o filme.)

xary disse...

Concordo contigo, a adaptação pareceu-me perfeita, coisa que no que toca a livros passados para o grande ecran geralmente não costumo achar. Fica sempre uma ponta relevante de fora. Mas neste não, um Bravo para eles :)

Essa parte do diálogo é particularmente genial :D

Beijos *

Rita disse...

Fantástico! Amei amei amei! :)

crème fraîche disse...

arrisco-me a dizer que foi dos filmes mais fiel ao livro que alguma vez vi.