quinta-feira, 16 de outubro de 2008

-te

Uns que finalmente abrem a boca, outros que se calam. O silêncio não é eterno. Uns que chegam, outros que partem. A estrada é de dois sentidos e sem traço contínuo. Uns que batem palmas, outros que vaiam. Ninguém é perfeito. Uns que previnem, outros que remedeiam. Errar é humano. Uns que te abraçam, outros que te afastam. Uns que te amam, outros que te odeiam. O que seria de ti se todos gostassem de mim.

Uns que partem por tempo indeterminado, outros que partem temporariamente. Uns que chegam para ficar, outros que chegam para partir. Uns que não chegam a chegar e muito menos a partir. Outros que partem sem chegar, ou que partem mesmo sem ir.

Mas o essencial fica. Chega e não parte; resiste e tem paciência. Fala mas não grita. Bate palmas e critica. Previne mas remedeia. Abraça e não larga. Ama. Amo.

5 comentários:

vita c disse...

so pretty.

Red disse...

:) gostei gostei :)

xary disse...

um por tudo e todos. lindo assim :)

beijo *

Zuza disse...

vita c, thanks. :D

red, ainda bem :)

xary, egoísmo é feio.

Joana Martins disse...

está qualquer coisa este post.

perfeito mesmo

***