quarta-feira, 2 de abril de 2008

éle #2

Aii, ai ai, tiras-me do sério!

(...) Apesar disso, desta vez, fui capaz de me libertar do tic-tac. Com as minhas duas mãos alimentei a alma com as emoções do coração… Cerrei os punhos com todas as minhas forças desejando ser dona do momento. E fui, e sou, e somos. Somos aquilo que quisermos ser porque, agora, o tempo pertence-nos. (...)

*excerto do Tic-tac do encontro
(mais um dos textinhos para P.)

(Aaaaah, Amor de Perdição já está! Segue-se A Cidade e as Serras do nosso Eça.)

Zuza, (L)²

4 comentários:

adam brown disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

Mac Adriano disse...

"Amor de Perdição" já está? Só isso? E que tal dizeres o que achaste do livro? Eu gostei muito, mas dito assim, a despachar, deixa-me a ideia de que não gostaste por aí além. Sem querer estragar o prazer do próximo, gostei menos de "A Cidade e as Serras". Embora goste muito de Eça, mas não particularmente deste livro.

Minhocas na Maçã disse...

Eu gostei bastante do Amor de Perdição, da história em si, da forma como está escrita (Camilo Castelo branco, não seria de se esperar outra coisa), das descrições, da forma como me cativou... (etc) mas, como já referi há uns bons post's atrás, soube como se desenrolava e acabava o livro qd estava no inicio da leitura da mesma, o que, como é compreensível, me tirou um pouco do entusiasmo. A leitura prolongou-se e o fim já não foi aquele clímax que deveria ter sido. Mas que gostei lá isso gostei.

A Cidade e as Serras é um livro de leitura obrigatória para Português, lá terá de ser, mais ou menos interessante. =)

Zololkis disse...

SECURITY CENTER: See Please Here