segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Pontos nos i's

Parece que sim, parece que tenho andado a descuidar deste precioso blog, desta relíquia. Mas já não estamos em Agosto, e já não parecemos estar (if you know what I mean)... a vida já não é a mesma.


Sintetizando tudo num post só:

# Sabe bem sair de casa e sentir o nariz a congelar. Sabe bem saltar nas poças de água. Sabe bem comprar camisolas de gola alta e utilizá-las com um cachecol. Mas, o que sabe melhor ainda, é ter frio com tudo isso. Sabe bem...

# Existem coisas perfeitas, não existem? A poesia e tudo o que se lhe está associado é uma delas. Noite perfeita, projecto perfeito, espectáculo perfeito. Cada segundo foi perfeito. (quase, vá)

# O tempo passou a correr. As férias de Natal estão quase aí! Já se fala em troca de prendas, cabaz de Natal, árvore de Natal... é o espírito natalício. Ainda ontem era Verão.

# Promessas? Promessas para quê? Mentiras, isso sim, mentiras. Não tolero, são veneno para mim. Caio sempre na mesma armadilha! Aprisiona-me nas suas palavras deixando-me a apodrecer entre memórias e nostalgias. Deve ser o seu passatempo favorito, a ocupação das horas vagas, que, na verdade, poucas ou nenhumas são. Já nem há tempo para promessas, quanto mais para as quebrar. Esgotou-se tudo, ficou apenas vazio. Emigraram para bem longe onde as condições são mais favoráveis e, quando um dia lhe convier, voltará. Quem sabe se não será tarde demais.

# Quem nos rogou uma praga é favor de se acusar e de a desfazer já! Por favor? Anda uma maré de azar cá por casa que é uma coisa doida.

# Leitura de mesa de cabeceira: Monte dos Vendavais de Emily Brontë. Pode-se dizer que vou a meio, mais coisa menos coisa. Recomenda-se aos que gostam de romances.

# Frase a ter em mente: Quanto mais alto se está maior é a queda.


Aproxima-se uma semana de loucos, há que respirar fundo e não perder o controlo. Entretanto aproximam-se também boas experiências que depois passo por cá a contar.

P.S.: Não se esqueçam de contribuir para o projecto tampinhas. Todos sabem o que é, ou deveriam saber, ou, pelo menos, deveriam ter uma ideia. Se alguém precisar de esclarecimentos avise.

Zuza, a dar sinais de vida

3 comentários:

Enthilza disse...

#Sabe bem tudo isso, o inverno é o apogeu da melancolia e adoro-o. Mas zuzuu ainda não está frio para camisola de gola alta e cachecol :O durante o dia várias vezes ainda ando de t-shirt.

#Perfeito não existe. A perfeição, se a há, está na imperfeição das coisas.

#Espiríto natalício traz convivio com a familia, o que é espetacular. Pena que consumismo e hipocrisia sejam predominantes. As pessoas só se lembram que há alguém que respire a seu lado quando é necessário comprar prendas e "amar o próximo".

Quanto à semana de loucos, compreendo, pois já estou a vivê-la há cerca de 1 mês. 6 desenhos + 30 desenhos para fazer em 10 dias, testes, trabalhos, trabalhos testes.

Por fim, não, não sei o que é a coisa das tampinhas

(p.s- apeteceu-me responder enormemente)

Tigui disse...

Boa sorte e muita força! Sempre.

Minhocas na Maçã disse...

Enthilza: Está frio e bem! Sou friorenta. Desenho? Chiça.

Projecto tampinhas é um projecto que consiste em que as pessoas guardem as suas tampinhas de garrafas, detergentes, etc etc (De plástico) e que as vao entregando a associações, escolas, entre outro locais que tomem parte dessa iniciativa. Cada estabelecimento dá as tampinhas nao-sei-a-quem (que depois vao para nao-sei-onde - vi um filmezinho, mas nao me recordo), e certa quantidade de tampinhas equivale a uma cadeira de rodas e equipamento respectivo, e por vezes a um cheque que será doado a alguém que sofra uma determinada deficiencia. Na minha escola, já ha alguns anos que se faz isso, e há umas semanas fui então à entrega da cadeira de rodas (com outras pessoas), visto que sou coiso-e-tal lá na escola, e assiti a tal coisa. Essa cadeira foi directamente para uma aluna la da escola que necessitava da mesma, e o cheque para uma outra. =)

Se quiseres estar mais onformada penso que existem sites por aí.

Gosto sempre das tuas enormes respostas. :D