domingo, 14 de outubro de 2007

Cinco em um

Porque este foi um mês de estreias, e, como não havia nada para estudar, obviamente não perdi nenhuma. As que mais gostei:

5º Ugly Betty

Possivelmente muita gente tem vontade de me apredejar neste momento por andar aqui a dizer estas coisas. Eu gosto. É divertida, leve e colorida. Spoiler: a Betty não é feia. Alguém se anda a esforçar demasiado para a personagem andar mal vestida, no entanto, há gente bem pior. MAS BEM PIOR. (experimentem ir ao armário com a luz desligada, pelo que vejo na rua, é o que muita gente faz)

A história de uma rapariga latino-americana atrapalhada e feia, mas inteligente e generosa. As lentes enormes e o aparelho nos dentes complicam bastante o seu aspecto, tornando particularmente difícil a sobrevivência no local de trabalho. Betty é secretária numa revista de moda e vive rodeada de pessoas bonitas, que colocam a aparência em primeiro plano.

4º Numb3rs

Confesso que estou um pouco desiludido com esta série. Expectativas demasiado altas dá nisto. O conceito é fenomenal, mas a passagem para o ecrã está um pouco seca e vazia. Mesmo assim, na minha humilde opinião, é boa.

Um dedicado agente do FBI, Don Eppes, é totalmente diferente do seu irmão mais novo, Charlie Eppes, um brilhante matemático que quer impressionar o irmão mais velho. Mas juntos resolvem os mais perturbadores casos criminais, segundo a perspectiva de cada um.

3º Arrested Development

Hilariante. Como pode a ridicularidade de uma família ser tão divertida? Ideia no mínimo original, personagens cativantes e patetas que me colam ao ecrã. Vi 6 episódios seguidinhos e ainda quis mais. (Portia de Rossi no seu melhor - amo aquela mulher)

Michael Bluth é obrigado a ficar em Orange County, para gerir a imobiliária do pai que foi preso. Enquanto George passa um ano na cadeia a descobrir o judaísmo, Michael tem que remendar os estragos da família e educar o filho de 14 anos.

2º Dexter

Arrepiante. Só o genérico me eriçou os pêlos da nuca quanto mais o resto do episódio. Os meus parabéns a Michael C. Hall que faz um excelente trabalho na interpretação de duas personagens tão distintas. (o raio do homem assusta-me quando fica a olhar fixamente para a câmara)

Aparentemente, Dexter é um homem bom e charmoso. Durante o dia, é um especialista de sangue que trabalha na Divisão de Homicídios do Departamento de Polícia de Miami. Mas à noite é um serial killer, que mata aqueles que conseguiram escapar à polícia.

and the winner is...

1º Heroes

Oh My God! Que série... Há muito tempo que não gritava para a televisão quando o episódio acabava e ficava numa deseperada ignorância. A melhor das melhores, sem dúvida.

Várias pessoas, que têm poderes extraordinários, tentam lidar da melhor forma com a condição de super heróis.

E pronto, sei que algumas destas séries já cá passaram, mas como eu tento afastar-me o mais possível da televisão nacional (por razões indicadas nos posts abaixo, entre outras...), não tive a oportunidade de as seguir, facto que vou conseguir agora que passam em canais que de sensacionalistas e idiotas têm muito pouco.

.abreu.

6 comentários:

Mary disse...

Ugly Betty - não consigo ver e não tem nada a ver com o aspecto da rapariga. Simplesmente não é o meu género de série.

Numb3rs - vi alguns episódios na TVI e concordo 100% com as tuas palavras.

Arrested Development - também vi alguns episódios na televisão, mas não era capaz de ver muitos de seguida. É engraçada, mas não me viciou.

Dexter - nunca vi, mas tenho lido boas críticas. acho que vou começar a ver a vida deste homem.

Heroes - muito, muito, muito bom!

lado errado do coração disse...

Heroes, a seguir a anatomia de grey, 'e sem dúvida do melhor!


Amei tdos os episodios.

*

Enthilza disse...

Heroes já não é bem estreia, mas vá, Dexter é , e é excelente! :D Está mesmo fenomenal. Os anteriores... Betty não acho muita piada, muita telenovela. Numbers não vejo, Arrested Development gosto mas não sigo.
(Vá vá, metade por ires sacar, e mais 1/4 por pores Dexter e Heroes :P)

Ska disse...

Numb3rs é fixe, via na Tvi há uns tempinhos e curtia. Mas não sei onde se pode ver agora. Heroes é 5 estrelas, das séries de top.
A nova temporada do House também está a prometer imenso... e continuo a ver o 24 porque pode ser desta que o jack bauer morra... e porque sempre vi a série. É como ser do porto mesmo que este não ganhe (eu sei, pensamento impossível)

D. Maria e o Coelhinho disse...

Olá. Com muita pena minha não posso dar opinião sobre estas séries por nunca ter visto.
Acho que a última que vi foi o sexo e a cidade e gostei muito. Não perdia um.
Ultimamente vejo pouca televisão.
E agora ainda menos pois estou no purgatório.


Coelhinho

xary disse...

Pondo já de lado a série Numb3rs por ainda não ter visto sequer um episódio, devo dizer que Dexter é a que me prende mais neste momento, talvez pelo facto de ser novidade. Mas gosto. Muito. E começando pelo genérico que por si só está fenomenal, toda a interpretação de Michael C.Hall é espantosa. :)

Heroes é aquela série que logo no primeiro episódio se tornou de culto, tudo nela está cinco estrelas.

Arrested Development puxa realmente à comédia pelo ridículo e absurdo mas acho que é por isso que cativa. Apesar de só depois de ter visto pelo menos uns quatro episódios é que comecei a "entrar" no balanço.

Ugly Betty, é certo que ainda não vi muitos episódios mas também nunca consegui ver um até ao fim ... :$ não sei porquê, gostava de perceber, até porque há muita gente a achar piada à série mas comigo escapa um pouco ao lado :$

Um bem-haja ao canal FX! ;)