sexta-feira, 14 de março de 2008

14.03.2008#

Está aí a chegar a Primavera e, com ela, mil e uma coisas.

Hoje é um dia mau cá em casa. Os dias dos aniversários da morte de alguém muito próximo são sempre maus. Péssimos. Por mais anos que passem, por mais aniversários que se contem, há coisas que nunca se esquecem e momentos que são de sempre e para sempre. Limpam-se as lágrimas e pergunta-se, novamente, porquê. Sabem, é a lei da vida. Cruel, mas é. (Sei que tomas conta de mim aí de cima, obrigada.)

Apesar de tudo, hoje foi um dia especial. Muito...

Zuza, de FÉÉÉÉÉÉÉÉRIAS

3 comentários:

Basic_a_mente disse...

É por causa desses dias que eu não me importo de ser uma verdadeira nódoa a decorar datas.

Claro que também há sempre aquelas chatices como esquecer do aniversários de x ou y, mas isso são meros detalhes.

Mac Adriano disse...

Pois. Triste. Safam-se as férias. Aliás, acho mesmo que "férias" é a palavra mais bonita da língua portuguesa. Por acaso em espanhol prefiro a palavra "vacaciones" e já em inglês a minha preferência vai para "holidays". Vá-se lá saber porquê...

Annie disse...

é a lei da vida. não há volta a dar. é a unica coisa...
um beijinho, Zuca *