domingo, 23 de setembro de 2007

Polka Dots Power!


Vestidos às bolinhas e coreografias sincronizadas caracterizam o estilo de Gwenno, RiotBecki e Rosay, três jovens raparigas, oriundas de Brighton (Inglaterra), que recriam os maravilhosos anos 60 com o seu toque de originalidade.

Uma banda criada em 2003, que conseguiu sair da garagem graças ao seu album We Are The Pipettes que chegou ao 41º lugar nos tops ingleses.

Melodias simples, versos fáceis, ritmo nostálgico, vozes ingénuas mas poderosas. The Pipettes ainda vão dar muito que falar. Uma homenagem às verdadeiras girl bands que (infelizmente) têm vindo a ser substituídas por pseudo-cantoras pré-fabricadas que ganham uns trocos a lavar carros em videoclips.

Senhoras e senhores, convosco: THE PIPETTES!


.abreu.

4 comentários:

JD disse...

Viva as polka dots!! =P

Joana disse...

YUPIII!
Adoro estas raparigas!

Isto sim é que é música!

Enthilza disse...

Já tinha ouvido falar, nunca as tinha ouvido. Não fiquei especialmente impressionada mas é uma mudança agradável das comercializadas.
Abreu abreu, ninguém passa os Led Zeppelin nem Pink Floyd, isso sim é música com m grande. (Música, portanto). E tenho dito.

Minhocas na Maçã disse...

enthilza: nao poderia concordar mais com o que disseste, mas há que dar uma oportunidade aos novos sons!

'M' grande sem dúvida!